Por que fazer um seguro viagem?

Por que fazer um seguro viagem?

Como nós falamos no artigo anterior, o Seguro Viagem é de extrema importância e representa uma parcela mínima do valor total da sua viagem. E, o mais legal disso tudo é a quantidade de perguntas que recebemos por e-mail de dúvidas que ainda persistiram.

Pensando na melhor forma de resolver essas questões, resolvemos dar continuidade nesse projeto e solucionar mais algumas perguntas, vamos lá?

Por que fazer um seguro viagem?

Independente da sua experiência, doenças e acidentes podem acontecer com qualquer um. Se o que lhe acometeu for muito grave, o custo para esse tratamento pode ser BASTANTE elevado (imagina pagar uma cirurgia em euro, por exemplo).

A maioria dos países não atendem de forma gratuita a pessoa estrangeiras. Coloca nessa conta as consultas médicas, os remédios, os transportes de ambulância, a internação, enfim.

Somando tudo a gente entende que não vale a pena assumir um risco desnecessário por uma economia boba que não significa 10% do total da sua viagem.

Outro ponto bastante legal de saber é que com um seguro viagem estipulado, você consegue se proteger também de outros problemas, como extravio de bagagem, assistência jurídica e remarcação de passagem.

O que o seguro viagem cobre?

O seu seguro viagem consegue cobrir atendimentos médicos de emergência e de urgência. Contudo, também existem outras bonificações, como indenização no caso de extravio de bagagem, a repatriação no caso de morte em outro país, e até mesmo funeral. Podemos dizer que o seguro é tão completo quanto o pacote de viagem que vocês alocarem.

seguro viagem gseg - Por que fazer um seguro viagem?

Ainda na dúvida? Que tal você saber alguns dos principais pontos de cobertura do seu seguro viagem? Vamos lá:

  • Atendimento médico 24h
  • Atendimento odontológico 24h
  • Seguro emergencial caso vocÊ desmarque sua viagem por motivos de emergência médica
  • Garante a visita ao segurado que está hospitalizado
  • Cobre despesas farmacológicas
  • Permite um acompanhante no caso de uma hospitalização prolongada
  • Hospedagem após a alta hospitalar
  • Caso haja necessidade de remarcação para passagem de regresso
  • Repatriação funerária e médica
  • Assistência funeral
  • Indenização no caso de morte
  • Indenização para casos de invalidez permanente
  • Localização da bagagem extraviada
  • Indenização para caso aconteça algo com a sua bagagem
  • Despesas e honorários jurídicos
  • Pagamento antecipado no caso de fiança

Lembrando que esses são alguns pontos principais, mas há muito mais envolvido!

Que tipo de documentação eu devo levar para comprovação do SV?

É de suma importância que você tenha em mãos (ou através de meios eletrônicos, como no email, por exemplo), a sua apólice de seguros. Além deste ser exigido no país em que você for imigrar, ele também é importante no atendimento da emergência em questão.

Procure colocar no seu contrato de seguro todos os contatos telefônicos de atendimento que são possíveis para que consigam contato no caso de alguma emergência. Caso você viaje com amigos, procure deixar uma cópia deste documento também com os seus amigos, além de uma relação de números para contato.

Como fazer para escolher a minha corretora de seguros?

A primeira dica para você conseguir evitar as dores de cabeça com esse tipo de serviço é: evite contratar seguros desconhecidos e que dificultem o atendimento. Procure saber mais informações sobre a empresa e sua idoneidade. Acesse o site, veja o que falam dela, entre na página de história e leia atentamente o que eles têm a dizer.

Veja se eles se disponibilizaram a responder e-mail e a tirar dúvidas. Se preciso, converse com pessoas que já realizaram algum tipo de contratação para com as empresas selecionadas.

A GSeg tem experiência no ramo e garante a você a viagem dos seus sonhos (com todos os seguros inclusos, como tem que ser). Ficou com alguma dúvida? Então entre em contato com a gente!